20 de jul de 2011

Relativismo bobo

As pessoas devem rir umas das outras - e rir delas mesmas - por mentir e fingir tão fracamente. Tipo um jogo de mentir e acreditar: Eu minto, você finge que acredita, eu brinco que você acreditou e - depois - revezamos. Chega a ser tedioso de tão óbvio, chato de tão previsível, engraçado de tão banal. 

Existem livros, existem os que lêem e afirmam - e os que lêem e questionam.

Existem fotos, existem os que vêem e acreditam - e os que vêem e duvidam.

Existem músicas, existem os que ouvem qualquer coisa - e os que ouvem e aprendem.

Chega a ser cansativo de tão parado, sonolento de tão bobo, ridículo de tão falso. Se seus sentidos se limitam à limitação alheia, se suas liberdades são cerradas pelas liberdades alheias, se as verdades são riscadas pelas crenças alheias, se suas conquistas forem apagadas pela inveja alheia, se seus olhos forem nublados pelo véu da comodidade, se sua vontade for oprimida pelo normal... O que nasce?

Se tudo for relativismo - para que lemos? Se tudo for relativismo - para que comunicamos? Se tudo for relativismo - para que amamos? Se tudo for relativismo - para que pecamos? Para quem oramos? Para o que  blasfemamos? Para o que rimos? Se cada um tem sua verdade para que perder tempo? Estudas para o que? Aprende para o que? 

Então tiranos nascem, líderes oprimindo ignorância (ou vamos ignorar que Hitler foi dito por "gênio" e foi capa da Time de 1938?). Então heróis nascem, líderes enganando ignorantes (cesta básica para que tudo continue como está). Afinal... Cada um tem sua verdade não? A minha é dar um tiro em seu pé, que tal?

Mentiras, juros sobre juros, débitos pendentes de aceitação, temos que multiplicar! Um centavo não basta! Precisamos de milhões de mentiras! Um relativismo bobo não vai pintar o mundo de rosa!

Então justifica-se guerras, festas para ricos darem dinheiro para ricos, empréstimos para gerar dívidas... Um centavo não vai bastar... Eles precisam dever mais! Então a necessidade nasce, aprisionamento, fraqueza... Não se pode mais viver sem... Não se pode deixar de dever! Você deve! Afinal, todos devem!

Mutilações, culpas, agora tudo está arruinado. Cada um quer seu pedaço maior que o do outro - e quer mais de um. Todos irão tirar de todos enquanto podem, todos irão comer antes que acabe, todos irão comprar antes que termine, todos irão assistir antes que pare... Todos vão apontar como seu, todos vão chamar de seu... Cada um do seu jeito... E tudo isso, isso tudo, apenas aconteceu por que você disse que "Cada um tem a sua verdade"... Tudo por causa de um relativismo bobo. Boa sorte com o caos que sua birra criou... Você plantou, agora colha ou apodreça.... Afinal: Deus odeia covardes e ninguém suporta impetuosos.

Nenhum comentário: