21 de jul de 2010

Soul collector

De todos fragmentos que deixei, que conduzi, que acolhi...
De todos os pedaços de meu espelho de almas, o seu é o mais polido.
Envolto na entropia da forma, envolto no caos e no acaso;
Me fascina lhe ter entre os dedos e a luz que mostras me traz lembranças...
Lembranças já esquecidas, de lugares que nunca fui e de pessoas que nunca vi;
Mas que sinto saudades.

Aperto com força para ter certeza de que és apenas tu.
Aperto e a resguardo de qualquer profanação ou medo...
E me vejo, em devaneios, a tamborilar sua forma entre os nós de meus dedos.
Mais algumas horas e tudo estará bem,
até la, fico com o pedaço que lhe roubei junto ao meu.

15 de jul de 2010

14 de jul de 2010

Online Petition
Online Petition

Está ae pessoal, para quem curte um abaixo assinado feito pelos sites oficiais da banda no Brasil. Para quem não curte, bem... Fazer o que?! Eu vou ir e vocês?

13 de jul de 2010

13/07/2010

Gente, um texto não tão filosófico.. Nem tão extenso. Apenas algo, uma das forças que move nossa a vida, utilizada como veículo de libertação de pensamentos, e principalmente emoções. A garganta rouca, o suor frio, a adrenalina explodindo e as lágrimas rolando. Quem nunca foi num show de Rock?

Seja indignação, amor, paixão ou sonhos. A necessidade de ser selvagem e livre é o que nos motiva e vem motivando gerações através do último século, essa força, a distorção e a batida que inflama nossos corações e nos leval aos pontos inimagináveis de prazer, apenas por ouvir a Boa Música.

Hoje, balance a cabeça, bata o pé, grite, cante, louve, exalte e ame. Afinal, hoje é o dia MUNDIA DO ROCK 'N ROLL!!!!

Salve rockeiros, que nossa causa seja passada pelas eras e eras, preservada até o fim dos tempos! O Rock não morreu, e nunca vai desaparecer! Vejo vocês no inferno xDDDDDDD

Abraço gente o/

Segunda-feira

Acabei me pegando olhando de modo hipnótico para as gotas estagnadas no vidro da janela enquanto o ônibus se dirigia à seu destino, eu não estava preocupado com horários muito menos com os futuros problemas, o que se passava em minha mente era um misto de hiper-atividade e curiosidade. 
Seria uma segunda muito difícil, seria mesmo. Mas não conseguia me concentrar em achar os problemas, estava do jeito que eu gosto: Chuva, frio e céu cinza. Será isso tolice? Achar que tudo está perfeito, seria isso presunção minha? Não sei ao certo, mas é como me sinto e no fim não muda em nada o belo dia que foi essa segunda-feira. Seria um ótimo dia e ele iria terminar alguma hora, mas eu não estava sequer preocupado em tornar a terça algo tão bom quanto -  estava apenas degustando uma ótima segunda-feira e não há nada de errado nisso, até onde eu vejo. Nessa segunda eu realmente tinha muito à fazer: estaria sozinho sendo encarregado do setor, no meu trabalho; precisava acabar alguns textos e planejar alguns finais de semana. E foi um dia complicado até e não me importei muito com isso, minhas memórias me levavam ao "ontem", aos amigos e à diversão que tivemos. Algo tão simples e puro, pessoas que se gostam juntas e se divertindo, having a good time
Agora: Como se retoma uma vida? Não se isola o ontem, ou se deixa ele em partes separadas em nossos pensamentos. Tentei classificar e ordenar minhas linhas de raciocínio, mas eu estava apenas curtindo uma boa segunda-feira. Houve problemas, contra-tempos, cansaço - mas tudo isso ficou para o modo automático - e não me preocupei com isso. Aconteceram coisas inusitadas e fiquei surpreso com a boa vontade alheia, pessoas se ajudando e o dia fluindo. Fiz alguns amigos em meu novo trabalho, pessoas de bom coração e também não estava pensando muito nisso: estava apenas curtindo uma boa segunda-feira. Isso não saía da minha cabeça vi, impressionado, que apesar de todos os problemas ainda temos nosso good time, apesar de tudo mais.
Estou apenas divagando sobre a segunda-feira, foi um ótimo dia: Superei meus limites, trabalhei, ri, conversei e peguei uma baita chuva indo pra casa -  todos dias deveriam ser como segunda ou como domingo. Dias vividos, bem vividos. E para terminar uma surpresa à noite e uma conferência no skype - Cada dia que se passa eu tenho mais e mais certeza de tudo, espero que realmente continue assim; mesmo sabendo que se trata apenas de ter um bom momento e não de se planejar tudo. Já que tenho a maldição/bênção de planejar tudo e o caos simplesmente tornar tudo mais complexo e divertido. O que posso dizer é que nunca tive uma segunda-feira tão boa, mesmo sabendo o quão egoísta isso é e tão cego eu estava - haviam problemas em outros lugares: casas destelhadas, pessoas na chuva e no frio - realmente não me preocupei com muitas coisas. Eu estava viciado em meus amigos e meus amores e tinha apenas pensamentos para quão legal é achar alguém que se importe. 
Desejo à todos uma ótima terça, pois pra mim ela é a continuação de uma ótima segunda que, por sua vez, segue um domingo perfeito.

Abraço aos amigos e mil beijos~ Afinal quatro pizzas não são nada!
Desculpem minha tolice ou minha banalidade, estava apenas com vontade de escrever acerca de meu dia.

8 de jul de 2010

Pneumoultramicroscopicossilicovulcanoconiose




"esse garoto será o melhor de todo o mundo. Esse garoto será melhor do que qualquer pessoa que você ja conheceu". E você cresceu bem e admiravél. Foi bom so observar, todos os dias eram como um privilegio.

Então chegou sua hora de ser um homem e tomar seu lugar no mundo. E foi o que você fez. Mas com o passar dos tempos você mudou.

Deixou de ser você.

Deixou as pessoas apontarem para sua cara e dizerem que você não é bom.

E quando as coisas ficam dificeis, você começa a procurar alguem para culpar, como uma grande sombra. Deixe-me dizer uma coisa que você já sabe:

O mundo não é um mar de rosas. É um lugar ruim e asqueroso, e não me importo quão durão você é, ele te deixará de joelhos e te manterá assim se permitir. Nem você, nem eu, nem ninguem batera tao forte quando a vida. Mas isso não se trata de quão forte pode bater. Se trata de quão forte pode ser atingido e continuar seguindo em frente. Quanto você pode receber e continuar seguindo em frente.

É assim que a vitoria é conquitada!

Agora, se você sabe seu valor, vá e o conquiste, mas deve estar preparado para ser atingido e não ficar apontando para os outros dizendo que não está onde queria por causa dele ou dela ou de qualquer um.

Covardes fazem isso, e você não é! Você é melhor do que isso!

____________________________________________________________________

Próximo post terá titulo "Convalescença moral"



7 de jul de 2010

Heute Schon Gelebt ?

Você já amou hoje?

Já olhou para o céu e viu propósito em movimentos bruxuleantes? Já sentiu vontade de correr sem rumo? Já sentiu vontade de dizer a todos o quão importantes são? Você já abraçou alguém com qual você se importa? Você já se importou com algo, hoje? Você já disse que se importava? Você já gritou até perder a voz? Sua voz sumirá algum dia. Não haverá com o que se importar, algum dia. As pessoas não estarão aqui para abraçá-las sempre. Sua voz sumirá algum dia. Seu corpo ficará cansado e sua visão turva.

Você já odiou hoje?

Já olhou nos olhos de alguém a ponto de matá-lo apenas com pensamentos e sussurros? Já blasfemou contra o mundo e a ordem? Já se vingou por injustiças cometidas? Já se vingou hoje? Já devorou a alma de um inimigo ou de alguém que simplesmente cruzou seu caminho? Já devorou a alma de alguém? Não?! Sua mente ficará fraca e sua vontade falha. Um dia não te temerão mais. Um dia não terás vontade o suficiente para vingar os injustiçados e suas blasfêmias soarão loucura aos ouvidos estranhos.

Você já lutou hoje?

Já acordou antes da hora, correu mais do que conseguia e enfrentou seus medos? Já carregou mais do que conseguia? Já superou seus limites? Já provou para os mentirosos que a verdade tem um gosto mais sublime do que o azedo artificialismo? Você já chutou, socou, xingou, morder, rasgou? Você já sentiu o gosto da adrenalina no fundo da garganta? Já domou suas sinas, seus desafios e seus obstáculos? Um dia você dormirá demais, suas pernas e sua vontade não te acompanharão. Um dia seus limites lhe baterão à porta, suas palavras soarão baixas e fracas. Seus golpes não terão o mesmo impacto e sua boca ficará seca e suas mãos trêmulas. Você cairá e será muito difícil levantar.

Você já se defendeu hoje?

Já encarou a própria sorte com um olhar incisivo e cruel? Combateu seus inimigos de igual-para-igual? Já correu atrás de seus direitos? Já se levantou depois de ter sido derrubado? Já insistiu nos seus sonhos sem deixar que as tristezas e agonias te desviassem do caminho? Um dia ficarás indefeso e velho, seus inimigos serão o tempo e o esquecimento. Seus deveres soarão como piadas e seus direitos como torturas. Cair poderá lhe machucar muito mais do que antes e seus sonhos irão murchar como folhas ao vento.

Você já notou hoje?

O sol entre as nuvens? O vento acariciando as árvores? O tom que o céu fica quando a tarde se esvai? O tempo que demora a passar pela angustia do longe? A necessidade de pensar? O fruto do acaso? A sorte/azar que se encontra em cada esquina? A vida a se esgueirar pela sarjeta? O planeta lutando para respirar? Os sussurros do destino? Os pássaros cantando? Os cachorros clamando atenção? Os gatos emudecidos na noite? A simplicidade das palavras?  A importância dos atos? A beleza no querer? Isso será eterno. Mesmo que envelheças e sua vista se torne turva, seu julgamento precipitado e sua pele áspera; seus sonhos estarão a lhe procurar.

Você já tremeu hoje? Você já balançou hoje? Você já viveu hoje?! Viveu como se o mundo parasse de girar?! Como se o amanhã nunca fosse vir?! Você amo hoje como se o amanhã fosse lhe apunhalar? Diga, você já viveu hoje?!? Você já arriscou hoje? Apostou tudo que tinha? Ou deixou para amanhã? Você pensa sobre hoje? Pensou sobre o ontem? Pensa sobre o amanhã? 
Ou você ainda mente para você mesmo, dizendo que tudo está mudando e se trata apenas de um mero capricho. Me diga, você já viveu hoje? Ou precisa de um chute, um empurrão, um tapa para acordar desse tédio que lhe prende e te tira todo o sentido do viver?

Eu vivi hoje. Morri hoje. Nasci hoje. Amei hoje. Odiei hoje. Lutei hoje. Me defendi hoje. Notei hoje que: Com nobres propósitos podemos alcançar muito mais do que com egoísmos e o cansaço e tristeza são apenas obstáculos chatos que podem ser facilmente vencidos. Não se trata de ver tudo colorido ou em faz-de-contas, se trata apenas de viver... Profundamente.

Eu vivo, eu odeio, luto, me defendo, noto e amo. Tudo ao mesmo tempo e sempre em harmonia. Espero que todas as pessoas que eu gosto possam fazer o mesmo, e elas que fiquem sabendo que agradeço todo o apoio que vêem me dando. Retribuirei os favores mesmo sabendo são ser necessária a dívida/cobrança, farei de boa vontade. Mas agora tenho um objetivo único... Alcançar o meu "eu" que não está comigo.

Para quem quiser , leiam ouvindo o título do texto... é uma musica da banda Megaherz... escutei ela e me motivei a escrever isso. Ela significa muito pra mim, de várias maneiras... Porém mais pelo fato de ser o que me motiva a seguir e a parar.

Bem e Mal




Procurei e pensei como definir o BEM e MAL da maneira como eu penso... mas me lembrei que eu penso demais...

Bem e mal, o que é isso??
Será que existe algo extremamente mal, ou algo extremamente bondosa???

Pessoas que diriam "Deus eh Bom!"

nem vou "teosofiar" sobre isso. ponto final.

Será que temos o bem e o mal como algo inerente ao ser humano?

Digo que não. O que eu vejo hoje é pessoas tendo orgulho de fazer ações de boa indole. Se tornou tão comum afirmar que se é legal, e eu vejo que isso virou "modinha". Revemos os fatos, a 20 ou 30 anos atrás (se não bem menos) era sexualmente duvidoso para homens se mostrar sentimentalistas. Hoje é algo cool. Andei revendo meus conseitos sobre isso, a alguns anos eu acreditava que todo mundo era legal, e ações ao contrario disso era algo contra a corrente do rio. Infelismente, com todas as mudanças na minha forma de pensar e acontecimentos ao meu redor, tenho que discordar do meu próprio infantilismo. Hoje o comum é ser um tremendo filho da puta.

Não estou afirmando que o "mal" generalista seria matar criancinhas e beber seu sangue. Isso é sadismo. Mas afinal: existe uma barra do verde ao vermelho para definir a intensidade de um ato?. Isso fica para um proximo post.

obs.: A foto representa bem a ambiguidade do assunto.

A luz nao existiria sem a escuridão, mas a ausencia da luz o que gera?!?!?!?! escuridão...

Holá Amigos!


Bom, eu como ilustre blogueiro , nunca postei nada na minha vida, então, pra começar com grande estilo, ta ai algo simplismente EPICO

=D

6 de jul de 2010

Everything dies

Eu comecei um texto gigantesco, estava escrevendo ele faz aproximadamente uma hora. Ele dizia muita coisa... Mas percebi que eram coisas tolas. Eu odiei ter lido o que li. Eu odiei ter odiado algo que eu mesmo escrevi... Eu odiei uma pura expressão vinda de um lampejo de idéias e de uma linha de raciocínio trabalhada a dias... Tudo tolice... 


Então vou retornar ao começo da linha de raciocínio e tentar achar algo que realmente signifique o que tento alcançar.

Eu estou realmente cansado de criticar o mundo, se trata de algo repetitivo, estático. As pessoas são hipócritas, eu não sou. Estou cansado dos falsos moralismos, pseudo-éticas e modéstias desnecessárias. Estamos sendo francos e as pessoas ainda tentam manter as máscaras, estamos sendo honestos e as pessoas ainda insistem nas convenções sociais e éticas. É uma competição de apontar dedos sujos pra lá e pra cá. Quando isso vai acabar? O que tem de errado em apontar a própria cara? Eu aponto! Sou humano mas sou muito mais capaz que várias pessoas mundanas que conheço e, como um amigo meu disse certa vez, não consigo conceber o fato de que: Eu, simples de gostos e manias, consigo me superar e vencer certos desafios; onde outras pessoas não o fazem ou ao menos tentam. Será exigir demais uma simples gota de vontade? Uma simples dose de fé? Uma simples caixa de honestidade? Não se compra isso, acho que eles esqueceram de te avisar. O que custa deixar viver? Quanto vale responder? O que as pessoas escondem? Elas escondem elas mesmas? Elas se escondem delas mesmas? Como alguém pode querer mascarar a verdade? Ela não se torna um fantasma a lhe assombrar?

Fico pensando se existe alguma cifra para a fraqueza, alguma quantia física para a covardia ou algum código para a maldade. 

Quando o mundo se transforma em vidro, as paredes cedem, as cores se perdem e tudo se torna transparente e óbvio, sua visão alcança tudo e a todos. Medos, traumas, sentimentos; tudo revelado à olhos estranhos e incisivos. Mas nada muda, então qual o propósito? Se tudo morre... Qual o propósito? 
Podemos nos classificar como caçadores de propósitos e seguidores da conseqüência: Pessoas que procuram seus sonhos e suas motivações (custe o que custar) e elementos sem forma ou objetivos, vivendo apenas do acaso e do fluxo. Essas pessoas vazias seguem pessoas vazias, se alimentando do pouco de cor ou significado que existe livre em nosso dia-a-dia; prendendo eles e devorando pouco a pouco de forma homeopática e egoísta. Se ganha algo com isso? Multiplica-se o valor da vida? Consumir em solidão por medo ajuda no crescimento pessoal? As pessoas são tão fracas a ponto de não conseguir construir degraus com o próprio esforço, precisando usar outras coisas? Pessoas? Sentimentos? Futilidades?

Quando todos se tornarem frios e pessimistas de onde irão drenar a vontade? Será que conseguirão usurpar delas mesmas? Cascas vazias e frias se devorando em ciclo infinito. Existe um termo para isso, que se encaixa exatamente com o caminho que a humanidade vem traçando para si própria: Auto-extinção. Já que tudo morre... 

Fim de tarde no trabalho...

Vamos a reflexão que nos últimos ressalta em minha mente..
Ouvir o mundo falar de futebol o tempo todo, focando nesta época de copa, é o assunto do momento, famosos e outras atividades populares, me deixa um pouco mais intolerante aos comentários que movimentam o mundo.
Não consigo entender, realmente não consigo, como as pessoas não se unem para se ajudar, mas para um evento onde são gastos bilhões, todos são felizes, e os problemas ficam no anonimato.Reconheço de todas as questões econômicas e tudo mais..Mas por que tudo é tão generalizado?.Porque as pessoas se cegam por coisas tão fúteis, seria por ser mais fácil do que pensar por exemplo, na própria vida ?Se é que me entendem quando eu digo que atualmente o que prevalece é a vida de alguém que você não conhece pessoalmente, mas acha um super herói só porque sai na CONTIGO!
Não querendo julgar, mas não compreendo a futilidade generalizada, a ignorância predominada e a agressividade primitiva.As pessoas se emocionam, se envolvem em um filme, tudo bem, é assim que o ser humano funciona..Mas qual seria a mágica utilizada para encantar e hipnotizar a massa ?Ignorância! Falta de personalidade..descaso..
Poderia fazer tantos questionamentos, mas creio que isso resume a idéia, e não vou prolongar..
-------------------------------------------------------------------------------------
Enfim, fica ae meu primeiro post..aproveitando o embalo dos manolos XD
Me veio a mente, inspirado nos comentarios que me cercam no dia-a-dia..

Quem devemos seguir?

Opa gente, minha primeira mensagem aqui. Não vão ver muitas dela, afinal, passo o dia todo pensando, mas bate preguiça de digitar depois. Espero mudar isso, e quem sabe até ajudar nosso blog a enriquescer.

O que trago hoje aqui é uma coisa que ficou ecoando dentro da minha cabeça por quase um dia inteiro. Eu me perguntei se eu estava seguindo as aspirações do meu inconsciente ou então apenas acreditando no meu "Eu" lúcido. Parei pra pensar se as atitudes e coisas que eu venho tomando, estão acontecendo para o meu crescimento individual como ser pensante e racional, ou para o meu crescimento emocional, moral e divino. É estranho para e pensar nessas coisas, como um garotinho que há menos de quinze anos atrás desejava ser um astronauta, palenontólogo, mergulhador ou jogador de futebol traça uma linha reta, concorrente à origem na escala de 100:1, e acaba acertando tão longe, pensando que vai se realizar sendo um arquiteto.

Dúvidas, dúvidas.. Ecos que se rebatem nas paredes da minha cabeça vazia e enchem os meus momentos que deveriam ser reservados para o ócio. Será que o que eu faço é para seguir o que eu quero, ou é para garantir um futuro brilhante e contribuir para uma sociedade predatória, um mundo no qual eu não deveria me encaixar? Todos tem um plano que poderia mudar o mundo, óbvio. Não sou anarquista, tão pouco socialista. Se eu parasse para me rotular, talvez fosse um liberalista. Retornando, não sei se o que faço é o que gosto, ou se estou querendo me obrigar a gostar do que eu faço. Espero que até o final desse ano, eu tenha me decidido.

Sou do tipo que acredita que não devemos abandonar nossos sonhos do passado, afinal, são esses tipos de sonhos que nos carregam pela maior parte da existência mortal. É esse brilho que nós jamais devemos perder, a nossa estrela que deve ser alcançada de alguma maneira, em alguma etapa da vida. É muito plausível que jamais poderemos alcançar todas e ter nosso próprio Universo, pois ele seria um plano de contradições e tabus, coisas que sempre desejamos, mas nunca paramos para pensar como são contraditórias. Coisas do tipo: "Quero um mundo sem desigualdade, sem pobreza e sem crianças morrendo de fome!", contraposto com "Quero ser um grande artista plástico, ter uma cobertura na praia mais exótica do mundo e um carro esportivo de última geração".

É justaente essa contradição que faz o nosso Universo começar a sucumbir, pois tendo que optar entre duas situações assim, nos deparamos com a questão: "O mundo, eu não posso mudar sozinho, mas a cobertura da praia exótica, posso conseguir por mim mesmo!". Aí nós nos traímos pela primeira vez. É quando adolescentes, desistimos de ser nosso super-herói de infância e começamos a traçar planos de que tipo de emprego, que dê muito dinheiro nós vamos querer ter. O resultado disso, é um adulto-jovem que estuda e batalha para ingressar num competitivo mercado, mas ainda mantém os resquícios da infância e os sonhos de ser aquilo que realmente quer, de seguir o próprio coração, sem medo do que o mundo todo vai pensar, na verdade, sem pensar no próprio mundo.

Acredito que os sonhos sejam o tipo de combustível que faz com que tenhamos vontade de sempre seguir em frente. Então, não abandonemos nossos sonhos do passado, lutemos para mantê-los vivos. Acredito que muitas pessoas recém entradas no ensino superior podem vir a pensar da mesma forma, mas a questão é, esse tipo de opção é trair a si mesmo? Será que há alguma maneira de ser alcançar nossos sonhos, sem ter que destruir o dos outros? Até onde vai nosso código de honra, nossa ética e nosso senso de auto-preservação? Ou no que acreditamos?

Minha playlist rodou uma vez e meia pra escrever tudo isso, se me perguntarem qual musicas eu ouvi, acredito que não saberia nenhuma. É engraçado como nos desligamos do mundo enquanto pensamos.

Valeu, abraço pessoal. Desculpa ter me prolongado tanto no meu primeiro post. =)

Não Faz Sentido! - Crepúsculo


Eu ia escrever algo mas ele disse tudo!

2 de jul de 2010

UM SALVE!

Falaê cambada, como estão?? primeiro post, então, irei começar logo uma breve apresentação de algumas coisas que penso.

____________________________________________________________________

Será que as pessoas são mais felizes quando seus olhos estão "fechados" para o mundo?!

quando eu nem sonhava em saber das coisas que sei hoje, das experiencias que tive, com amigos, namoradas, pais... entre outras coisas, que prefiro nao comentar por serem, digamos, "particulares"...
ja vi muitas coisas... ja tive medo... ja tive um amor... já fui traido, traição de amizade quanto de outras coisas... poucas vezes fico arrependido de algo... raras vezes mesmo... mas, sinto-me hoje muito mais...hmmm....como direi... feliz, talvez.... apenas sei que existem coisas muito acima da compreensão de todos, ou seria apenas acima da compreensão daqueles que apenas vivem a vida, sem pensar nos "porques" e nos "por o que"...
Estou com 23 anos, tenho amigos que posso dizer que são como irmãos... antigos conhecidos se tornando amigos... antigos amigos se tornando conhecidos... paixões se tornando lembranças... lembranças se tornando paixões... realizade se tornando sonhos... sonhos se tornando realidades...
Uma meta... um desejo... um destino... ganhar dinheiro... ser feliz... casar?... ter filhos?...
Apenas um dia quero ser lembrado como alguem que viveu sua vida intensamente sem muitos arependimentos, sem magoas, e com a certesa que descobriu mais do mundo do que apenas os olhos "cegos" podem ver...
Não sei ainda o que me motiva... o que me faz viver sem que seja apenas mais um dia... a um tempo eu achava que sabia... mas... ainda bem que agora essas "duvidas" voltam a me fazer questionar o "porque" de tudo...
Sem perguntas não há crescimento pessoal, e sem crescimento pessoal não há vida... por que?? porque ja deixei de querer ser o mesmo de ontem, e também deixei de querer ser o de "agora"... eu quero ser aquilo que me tornarei amanhã, entende?? Não irei nunca me arepender do que me tornei, porquê tenho certesa que irei me tornar aquilo que quero... presunção??? prepotencia??? não não, apenas sei que sou muito melhor e estou muito melhor do que quando comecei a escrever isso.

CRESCIMENTO PESSOAL SEM INTERRUPIÇÃO!!!!!