17 de mar de 2011

Tédio, fundações, festivais e contas.

Se todos soubessem que o frio que passou teria o preço do calor que chegou não iriam ter ficado tão contentes. Tudo bem que essa é a parte do ano que tudo é tédio e suor, pelo menos ao meu ver. Existem pessoas que realmente gostam do verão, respeito elas, eu - pelo contrário - sou fã declarado do inverno e suas mangas longas e esse calor realmente me inquieta. Existem outras coisas que merecem alguma atenção, como os problemas no Japão.

Aqui tem um vídeo que mostra como a água pode ser assustadoramente forte, quando quer. Eu achei curioso pois ela não pareçe estar com tanta força e, mesmo assim, arrancou casas e levou carros. Agora eu me pergunto: Eles não fazem fundações para as casas no Japão? Eu achei curioso que a casa foi arrancada por inteira e saiu boiando como quem passeia num parque. Não sou expert em arquitetura, longe disso, mas foi o que me pareceu: Como se as casas fossem simplesmente postas no chão.

Existem muitos vídeos sobre o ocorrido e, nessas horas, se vê o quanto o preparo se torna importante. Um amigo meu comentou que no Japão cada um tem seu kit para emergências e todos sabem o que devem fazer. Eles possuem um sistema para comunicação e avisos sobre pessoas que estão bem. Quando li à respeito me pareceu algo tão bem pensado que soa como banal ou rotineiro, e de fato - para eles - beira isso. A experiência faz com que se aprenda, pelo bem ou pelo mal.

Enquanto isso no Brasil calor e carnaval. Eu fico me perguntando pra que eles poem data no carnaval se no nordeste existem tantos carnavais fora de época que existe praticamente carnaval o ano todo. Existem alguns tipos de pessoas: Alguns gostam do carnaval, outros dizem que gostam mas na verdade sempre dão uma espiada e do tipo eu - nem liga a televisão. Eu acho a festa de carnaval muito bacana pra economia e a cultura brasileira, só podia tirar a parte da putaria e violência e, antes que alguém pense que sou apenas contra coisas-Brasil, saibam que existem muitos outros festivais culturais mundo a fora que tem seu lado muito negativo. Um deles é a corrida de touros - os caras me soltam os touros e se alguém se machuca ainda culpam os pobres animais! Mas isso existe também no Brasil (ignorem a música). Apesar de achar que o vídeo é fake, provavelmente é em Portugual e alguém upou errado, mas vale a pena ver para gritar uns Eba! quando o touro acerta. Eu faço parte dos que torce pro touro, se eu ver alguém fazendo isso com um animal inocente eu certamente iria dar risada e ficar apontando. Isso soa quase como justiça divina. Na falta do que fazer eles acabam sempre criando algo que prejudica alguém. Se não é sexismo, é racismo ou especismo.

Está calor, os gatos estão crescendo e não estão dando trabalho. A May até pode passear e aproveitar o chão frio da casa e contas e mais contas. 

Recebamos a notícia que nosso aluguel - ao ter o contrato renovado - terá um reajuste de 11% (cerca de R$ 60.00). O ajuste tem como desculpa a inflação e o aumento dos impostos e taxas, um fluxo que não acompanha nossos salários. Eu parei para pensar e notei o quanto isso se torna injusto: Você mora num lugar, paga o aluguel pontualmente, está utilizando a moradia e valorizando ela... E o que você ganha com isso? Um aumento. Não seria mais justo se - anualmente - fosse dado um desconto? Desconto pelo bom-uso, por ter pagado aluguel em dia ou por estar dando dinheiro à eles? Como cliente da imobiliária, receber aumento por estar utilizando o produto oferecido e o serviço da mesma, pelo tempo de uso contínuo soa como irmos num lugar comprar algo e -cada vez que fôssemos - o preço aumentasse... Agora eu me pego na ironia que isso realmente acontece.

16 de mar de 2011

5surpresas|1aventura

Desliga o music player. Este eu quero escrever são e lúcido.


Inesperado seria a palavra errada, todos sabiam, acho que um suspiro e "Já?" descrevem melhor a noite. Nada de apostas mas alguns simples chutes: 3,5,7,2,4,6, ou 9 (?!). Não tinha como saber ao certo, por mais enorme que aquela barriga fosse o volume sempre prega uma brincadeira conosco.

Pense 3d! Pense 3d!

Após alguns instantes e conversas bobas, alguns olhares desconfiados e respiração ofegante, aí estão: Cinco pequenas encrencas e uma doce descoberta. A cara de espanto de minha gata dizia por si mesma: "O que é isso que está acontecendo comigo? O que diabos é isso?!?!"

Ela ainda quer achar um buraco para escondê-los, teve um certo sucesso levando dois para outra caixa que estava próxima, mas eu tive que cortar o seu barato. Agora está tão coruja, ronrona só de estar perto deles e adora que alguém abra a caixa e dê uma espiadinha rápida.

Pai solteiro, mãe solteira, avô couja.

Isso tudo começou num sábado qualquer onde eu tinha que trabalhar e, mesmo assim, passei em uma pecuária indicada por uma amiga à procurar a famosa May. E ela já tinha se ido, tristeza. Para onde? Para minha própria casa... Uma doce surpresa.

Logo que conseguir carrego algumas fotos deles.

...E o que mais?


Cortei meu cabelo que estava comprido e cortei meu dedo indicador da mão direita justo na ponta, agora cada letra tem um pesar de dor. Hahahahaha.

São 2 gatos laranjas, um deles tem o rosto branco; 2 gatos pretos com manchas douradas (como a mãe) e um deles é todo preto. Não sei o sexo ainda, tenho apenas palpites. Pretendo achar um lar para eles antes de por para doação na pet shop onde adotei a May. Interessados dêem um grito.

6 de mar de 2011

Nostalgia

Icógnitas...
Lembranças... A dor, a esperança, a alegria, a dor, uma bola quicando, a dor, saudade, a dor, cinza, domingo, a dor, chuva, frio, a dor. A festa fica melhor quando termina, as lembranças ficam melhores quando recordadas - melhor do que vividas. Eu e você, você, apenas você, nunca conseguirá, a dor, o frio, me eleve, me deixe além, você, apenas você... Sempre se trata disso. 

Aqueles campos nos quais sonhamos, aqueles campos que esqueçemos. Aqueles campos nos quais planejamos viver, crescer, apodrecer. Naqueles campos, apenas você... Sempre se tratou disso. O trigo, o sol, a dor, o verde, o vento, a dor, o fogo, a raiva, a ira, lembranças... Me elevem, me ponha em chamas introspectivas, sempre você, apenas você,,, Sempre se tratará disso.

Indigno, lutador, bravo, a dor, sempre, nunca, a dor, você... Sempre se tratando disso. Meu texto sem palavras, minha loucura sólida, meu passado recordado e meu futuro esquecido, me eleve. Ecos, prisma, luz, dor, cinza, a saudade de um lugar onde não se esteve, admiriação, poeira, páginas amarelas, ruídos, zumbidos, a dor, domingo, você e eu, eu e você... Sempre se tratando disso. Sempre se trata disso. Sempre se tratará disso. Sempre se tratou disso.

Sua memória egoísta. 
Me coloque em chamas.
Me eleve.